CANDIDATOS

CASÉ

Na cidade de João Molevade/MG, em 01 de Janeiro de 1965, nasci José Carlos Oliveira, mas desde criança sou conhecido por Casé Oliveira.

Sou filho de lavradores e meus pais nunca utilizaram químicos em suas lavouras. Além das culturas tradicionais, faziam doces e outros produtos para complementar a renda. Aos cinco anos de idade, mudei junto com a família para a Cidade de Santo André e posteriormente para o Bairro do Ipiranga em São Paulo onde resido até hoje.

Desde criança tenho o empreendedorismo como escola e aos sete anos de idade já vendia os doces produzidos pelo meu pai e minha mãe.

Com minha mãe, aprendi as primeiras receitas e também a inclusão de insetos alimentícios nos seus doces, o que, viria a se tornar minha paixão e uma das minhas marcas registradas. Esse foi o caminho natural para a área de gastronomia onde trabalhei em bares, padarias e restaurantes.

Por toda a vida segui me aperfeiçoando, cursei graduações técnicas nas mais diversas áreas, sou técnico em Meio Ambiente, Informática, Administrativo, Comercial e por fim Gastronomia.

Também sou Bacharelado e Licenciado em Biologia e tornei-me professor. Sou pós-graduado em gastronomia pela PUC/RS, tendo como professores chefs renomados como Alex Atala, Olivier Anquier, Erick Jaquin, entre outros.

Sempre fui engajado em causas sociais e ambientais e sou especialista em ANTROPOENTOMOFAGIA, CICLISTA / ATIVISTA e AGRICULTOR URBANO.

Já fui Conselheiro Gestor do Parque Independência e Conselheiro Regional de Meio Ambiente pela Subprefeitura Ipiranga por três gestões consecutivas.

Atualmente sou Professor no projeto Longevidade (Prefeitura do Município de São Paulo), do Cine Favela (comunidade do Heliópolis/SP), na SIELBRA – Sociedade Internacional de Educação Líbano Brasileira e Professor Convidado do Curso de Gastronomia Sustentável do IFSP Campus Armênia.

Sou membro Fundador da ASBRACI – Associação Brasileira dos Criadores de Insetos, da ONG – Missão Ambiental, membro do CONDEPEFI Conselho de Defesa Parque Estadual das Fontes do Ipiranga e morador no Bairro do Ipiranga desde a década de 70 até os dias atuais.

TIOPAC

Eu sou o Tiopac, um “ARTIVISTA” e ARTE-EDUCADOR.
Sou cineasta e autor de 12 curtas metragens e fui premiado nacional e internacionalmente.
Sou fundador do grupo ecológico e cultural TIOPAC e fundador do coletivo “Artes periféricas”.
Sou curador e produtor da “Mostra de Cinema da Quebrada” (CCSP).
Fui o idealizador da webtv “Cidade Tiradentes”, o primeiro canal comunitário via web do Brasil.
Ofereço diversas oficinas de vídeo.
Fui colaborador da pesquisa universitária (USP) – “Apropriação do cinema e televisão em Cidade Tiradentes”, com a professora Dra. Esther Hamburquer em 2008.
Sou ex-diretor do conselho nacional de cineclubes (CNC). e ex-membro do Ministério da Cultura na área de cinema.
Participante da Oficina cultural Alfredo Volpi (webtv) e da Oficina cultural Luiz Gonzaga (webtv).
Sou representante da CUFA – CENTRAL ÚNICA DAS FAVELAS EM CIDADE TIRADENTES e coordenador do programa DE CAPACITAÇÃO de jovens pela UNESCO.

ELISSA

Olá, eu sou a Elissa, sou advogada e atuante na área dos direitos humanos e migração há anos.
Fiz um trabalho de campo com refugiados na cidade de São Paulo que rendeu a minha dissertação de mestrado na USP (FFLCH).
Sou integrante de coletivos e ONG´S que lutam pela garantia de direitos a todos e acesso a serviços públicos.
Atuei ativamente na construção de políticas públicas para migrantes na cidade de São Paulo, por meio da participação de conferências municipais, da colaboração no Plano Municipal de Políticas para Imigrantes e como membro do Conselho Municipal de Imigrantes de São Paulo.
Desenvolvi projetos voltados para a educação e conscientização da população sobre temáticas relacionadas à xenofobia, racismo e preconceito, em escolas e projetos sociais. Atuei em projetos de ensino de língua portuguesa e cultura brasileira, bem como de integração social para imigrantes e refugiados.
Atualmente presto assessoria jurídica para ONG´s e pessoas em situação de vulnerabilidade.
Sou especialista em Políticas Públicas, EU acredito que a diversidade é a identidade da cidade de São Paulo!

CÉSAR

Eu sou o César, paulistano nascido no bairro da Vila Mariana, mas criado no bairro do Ipiranga. Desde muito cedo fui fissurado por esportes e sempre tive uma convivência harmoniosa com as pessoas e com a natureza.

E uma coisa que sempre não só me chamava atenção mas me incomodava muito eram as diferenças sociais e de tratamento entre as pessoas, algo que o esporte me mostrou não existir.

Às medida que fui crescendo, o esporte ficou em segundo plano e talvez por uma pressão familiar acabei indo estudar Economia na Pontifícia Universidade Católica de SP, onde me formei.

Embora formado e já trabalhando na empresa da família, a questão social continuava a me incomodar e em 2014 em um momento muito difícil do país eu decidi mudar o meu caminho.

Com apoio da família e com dois filhos recém-nascidos, conheci o universo da agricultura familiar e orgânica e acabei trabalhando em alguns projetos de cunho eco-sociais.

Mergulhando de cabeça nesse universo, conheci e me envolvi com a associação dos agricultores da zona leste, primeiro como membro e depois como diretor onde posso contribuir com minha experiência de vida e ajudá-los em questões comerciais e financeiras por exemplo.

Isso foi uma grata surpresa para mim, saí de um ambiente comercial tóxico, competitivo e as vezes até desleal e passei para um ambiente harmonioso, colaborativo e generoso.

Em paralelo ao trabalho social, me aprofundei na economia solidária e criativa, até que decidi me tornar um “urban farmer”.

Meu foco passou a ser a conscientização das pessoas com relação sustentabilidade, participei de alguns projetos educativos com crianças sobre diversos temas como: reciclagem, compostagem entre outros.

O trabalho ainda segue nessa linha de conscientizar as pessoas, principalmente crianças, da importância da sustentabilidade, do contato com a natureza e a necessidade de preservação.

É gratificante ver uma criança entender que cada bichinho presente ali na horta tem o seu papel no equilíbrio do ecossistema como um todo.